Implante capilar

[Total: 0    Average: 0/5]

A queda de cabelo cada vez mais tem atingindo muitas pessoas por todo o mundo, sejam mulheres ou homens. A perda de cabelo anormal deve-se a muitos fatores como o envelhecimento, as queimaduras, a alteração hormonal, o código genético, entre outros.

Regularmente, a queda de cabelo surge muito cedo, tornando-se mais grave. As pessoas não se gostam de ver sem cabelo, então optam por realizar implantes capilares ou outro tipo de transplante de cabelo para voltarem a sentirem-se bem consigo próprio.

A cirurgia consiste em retirar a parte do escalpe na região que resistente à queda de cabelo e é transferida para as zonas afetadas. Esta zona mais resistente está nos lados e na parte de trás da cabeça. O cabelo vai continuar a crescer normalmente. Numa forma geral podemos identificar três tipos de implantes capilares:

  1. Transplante folicular unitário

Neste tipo de implante, o processo consiste em retirar uma faixa de cabelo da região dadora e implantá-la na região que possui pouco ou quase nenhum cabelo.

Na região dadora são aplicadas suturas que irão fechar a área até cicatrizar. Este tipo de implante capilar é realizado quando a queda do cabelo é média a extrema, uma vez que admite que vários enxertos sejam transplantados numa única sessão.

  1. Extração folicular unitária

A extração folicular unitária é mais conhecida do que a primeira. Nesta situação, os cabelos são transplantados nas zonas laterias e de trás em conjuntos de quatro, pois estas regiões possuem mais capacidade de renovar o cabelo naturalmente.

Este implante conseguiu recriar a forma como o cabelo humano nasce naturalmente. Quem realiza esta implementação verifica resultados espetaculares, o cabelo que nasce é igual ao natural. Uma vantagem grande deste implante capilar é que esta operação não implica cortes profundos, tornando o tempo de recuperação mais curto e as cicatrizes são menores.

  1. Redução do Escalpe
Recomendar  Sistema Easy Cash - Opiniões, críticas - Como ganhar dinheiro

A redução do escalpe é uma técnica pouco usada. Consiste na remoção cirúrgica da zona calva e o couro cabeludo que possui mais cabelo é esticado com o objetivo de substituir o que foi retirado. Este método requer mais dinheiro e além disso pode original alguns problemas a nível do couro cabeludo.

Se está a pensar em fazer este implante capilar, necessita primeiro de compreender que a cobertura do seu couro cabeludo nunca mais vai voltar. Este método vai oferecer um novo couro cabeludo com um pouco mais de cabelo. Além disso, é muito importante ter noção que qualquer uma destas implantações cirúrgicas trás riscos e complicações para a saúde.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*